Curitiba, 28 de Abril de 2017.
12:55

A história do prêmio Assespro

Categoria Sistemas de Informações 1995

Edição 59

ASSESPRO

No ano passado, a LG – Lugar de Gente – ganhou pela sexta vez o prêmio Top of Mind de RH na categoria Sistemas de Folha de Pagamento. Esse prêmio é concedido às empresas e profissionais mais lembrados pela comunidade segmento profissional por meio de uma pesquisa conduzida pela Fênix Editora.
Hoje, através desse produto, processamos por volta de um milhão e meio de funcionários por mês. O software está instalado em empresas de pequeno e médio porte, mas é operado principalmente pelas grandes organizações nacionais e multinacionais. Temos pouco mais de quatrocentos colaboradores espalhados em nossas cinco filiais e mantido um crescimento contínuo mesmo nos momentos de crise.
No final de julho de 2013, a H.I.G, uma empresa americana líder em Private Equity, adquiriu 40% da LG e, a partir daí, fizemos algumas expressivas aquisições que incorporaram novas soluções à nossa suíte expandindo a nossa capacidade em contribuir para o crescimento das empresas de todo porte.
Embora a LG tenha conquistado, ao longo das últimas décadas, diversos prêmios, acredito que o mais importante deles, aquele que deu visibilidade à empresa, tenha sido o Prêmio Assespro 1995 – Categoria Sistemas de Informações. É sobre essa conquista que pretendo escrever abaixo.
A LG nasceu como uma revendedora de microcomputadores e periféricos da marca SISCO. Durante anos, o nosso desafio era bater as metas impostas pela matriz de São Paulo (SP). Acontece que, a cada venda, em geral, nos víamos obrigados e escrever uma aplicação para atender o pretenso comprador. O fato é que naquela época, meados da década de 80, sobravam equipamentos e faltavam soluções de mercado. Dentro desse contexto, meu sócio, Gustavo Reis Teixeira, vendia os micros e eu me comprometia a escrever, em COBOL, a aplicação que o cliente nos requisitava. Desse modo, pude perceber que havia um módulo mal resolvido, uma dor de mercado que afligia boa parte das empresas para as quais vendíamos nossos equipamentos: a folha de pagamento. 
Steve Jobs, um gênio da informática, dizia que não fazia pesquisa de mercado porque o consumidor não sabe o que deseja. Diferente do nosso caso, ao longo de quase sete anos, foi possível detectar uma oportunidade a partir da nossa convivência com as empresas para as quais desenvolvíamos uma ou mais aplicações, fosse uma simples mala direta ou mesmo um complexo módulo de vendas.
Outro fato de destaque foi o convite feito pela EMEGÊ, uma empresa do ramo alimentício, para escrevermos o seu ERP (Enterprise Resource Planning – sistema completo e integrado das soluções necessárias a uma empresa). O proprietário havia comprado a parafernália de ferramentas da Microsoft (Linguagem Gráfica, Banco de Dados Relacional, Windows, entre outras novidades da época) e nos pediu que as empregássemos no projeto que teve início no final de 1991. 
Ora, depois de observar as dificuldades oriundas de mercado: calcular a folha de pagamento, emitir recibos, guias, entre outros documentos legais e tomar conhecimento das ferramentas da MS, eu propus ao meu sócio, em abril de 1992, um projeto para desenvolvermos, pela LG, uma nova folha de pagamento que se tornou, com o passar dos anos, o produto mais lembrado pelos profissionais da área de RH. 
Em outubro de 1994, decidimos participar do prêmio Assespro e submetemos o software, ainda incipiente, aos organizadores. Para a nossa surpresa, embora não tenhamos conquistado o prêmio, recebemos um relatório detalhado com as recomendações dos pontos positivos e negativos do mesmo. O time dos avaliadores, oriundos de um avançado Centro Tecnológico de Campinas (SP), demonstrou forte conhecimento sobre Qualidade de Software.
Depois de fazer a tarefa de casa, isto é, de incluirmos as sugestões no backlog da aplicação, submetemos no ano seguinte, no final de 1995, o nosso filho único a uma nova avaliação. Dessa vez, fomos contemplados com o prêmio nobre do software nacional: Categoria Sistemas de Informação – Folha de Pagamento, batizada como FPw.
A partir daí, ouso dizer que a LG obteve ganhos expressivos! Ganhamos maior visibilidade, ou seja, o mercado passou a nos enxergar sob uma outra óptica, surgiram convites de parcerias em boa parte do país (eles propunham revender a solução), a comercialização do produto ganhou novos argumentos de venda e por que não, entramos no time das empresas que haviam sido agraciadas com essa conquista. Foi a primeira vez que o prêmio deixou o eixo sul-sudeste e finalmente chegou ao centro-oeste. Enfim, a LG teve dois momentos (após a era FPw), antes e depois da conquista do prêmio Assespro. Confesso que havíamos mirado em pequenas empresas, mas atingimos o segmento das grandes organizações. Dessa forma, expandimos a conquista de novos clientes nos grandes centros e consequentemente aumentamos a nossa receita.
Hoje, a LG passa por outro momento ímpar, se fomos a primeira empresa a lançar no mercado nacional uma solução de Folha de Pagamento para Windows, escrita a partir das mais modernas tecnologias da época, digo que o ciclo se repete. Acabamos de oferecer, desde novembro de 2016, uma suíte completa denominada Suíte Gen.te nuvem, que incorpora o que há de mais recente não somente em processos de RH, como em tecnologia de ponta. Uma solução completa e integrada, com uma interface simples e intuitiva, também operada a partir de dispositivos móveis e com a qualidade de segurança LG. 
Embora eu tenha deixado meu cargo de diretor de TI há pouco mais de três anos, acompanho a evolução da empresa e posso dizer com orgulho que permanecemos inovadores, capazes de nos reinventar a cada transição tecnológica. Uma história de sucesso na qual o prêmio Assespro teve uma participação de destaque.



Voltar

Indique para um amigo

A história do prêmio Assespro
Categoria Sistemas de Informações 1995

www.falaparana.com.br