Curitiba, 20 de Outubro de 2017.
16:02

Startup gaúcha abre empresa na Suíça com investidores locais

A startup de Porto Alegre, Inventsys, acaba de formalizar a abertura de uma empresa na cidade de Lenzburg, Suíça, com aporte de capital de investidores locais

Edição 61

Inventsys

A startup de Porto Alegre, Inventsys, acaba de formalizar a abertura de uma empresa na cidade de Lenzburg, Suíça, com aporte de capital de investidores locais. Entre os investidores estão um dos clientes da Inventsys, a empresa de utilities SWL Energie AG, concessionária para fornecimento de energia, água e gás de diversos municípios suíços. O outro investidor é um ex executivo da ABB, Martin Morawetz, que assume como CEO da empresa.

A Inventsys começou em 2012, quando os sócios Mário Verdi, especialista em Design Thinking e Henrique Haas, engenheiro de software, resolveram criar uma empresa para desenvolver o sistema Citysys, voltado ao gerenciamento móvel e geolocalizado de operações sobre ativos públicos. A plataforma, traz uma nova abordagem aos tradicionais sistemas de Help Desk utilizados nas áreas de Serviços Urbanos para atendimento ao cidadão, o tradicional serviço 156. O Citysys, é a primeira plataforma SaaS que integra de ponta-a-ponta, ASSET MANAGEMENT + SERVICE DESK + FIELD SERVICE AUTOMATION, com funcionalidades geoespaciais e de mobilidade nativas. Em Novembro de 2012, a startup lançou o Citysys na feira Expo Urbano em São Paulo, onde conquistou seu primeiro cliente de porte, a Secretaria de Transportes de São Bernardo do Campo. Há época, a secretaria necessitava de um sistema que permitisse controlar a prestação dos serviços de seus prestadores terceirizados, para medição de obras e avaliação de performance. Após avaliações técnicas e de performance, a empresa Consladel, que detinha o contrato de gerenciamento de toda a sinalização de trânsito do município, contratou a plataforma por 3 anos, para gerenciamento de todos os ativos e operações de sinalização. Após alguns meses, a empresa SBC Trans, detentora da concessão de transporte público do município de São Bernardo, também contratou o software para gerenciar seus ativos de infraestrutura.

PRIMEIRO RECONHECIMENTO INTERNACIONAL

Em Outubro de 2014, após se cadastrar como IBM Business Partner, a Inventsys foi finalista do IBM SmartCamp Latinamerica 2014, dentre mais de 600 startups selecionadas em toda a América Latina. No ano seguinte, o Citysys seria apontado como uma das 15 melhores soluções de smart citites do mundo pelas equipes dos laboratórios de pesquisa da IBM Global. Este reconhecimento, chamou a atenção do Swiss Business Hub, departamento de negócios do Consulado da Suíça em São Paulo. “O consulado Suíço recebeu a incumbência de identificar oportunidades promissoras na área de Cleantech, para possível instalação na Suíça. A Inventsys encaixou neste requisito, mesmo sendo ainda uma empresa de porte pequeno, mas percebíamos em seus empreendedores a ambição de ser uma empresa global”, afirmou há época o agente do Swiss Business Hub Simon Locher. O fundador da empresa, Mário Verdi, logo acionou alguns contatos para pedir informações sobre os suíços e sua forma de fazer negócios. Foi quando ligou para Nelson Mattos, experiente executivo que havia passado por SAP e IBM, e há pouco tempo havia atuado como vice-presidente do Google em Zurich, com quem havia feito amizade no tempo em que morou em San Jose, no Vale do Silício. Nelson havia criado o programa de estágio qualificado da IBM, onde a esposa de Verdi, Graziela Kunde, atuou como pesquisadora e engenheira na equipe de desenvolvimento do DB2. “Mário, vocês estão concretizando um projeto do governo Suíço, de reformulação da matriz econômica do país. Quando estava lá, fomos chamados pelo governo para discutir uma nova matriz para o país, e acabou sendo selecionada a área de Cleantech, onde está inserida a indústria de software.” Esta afirmação deixou os fundadores da Inventsys empolgados, e também comprometidos em deixar uma boa imagem para os Suíços.

A PREPARAÇÃO

Após preencher os documentos de Plano de Negócio e enviar para os cantões Suíços, a Inventsys recebeu cartas de interesse de 4 cantões, entre eles Zurich, Basel e Aargau. A Inventsys então sugeriu uma agenda de negócios para uma possível missão ao país, onde apenas o Cantão de Aargau se demonstrou interessado em avançar nas tratativas com a Inventsys. O Departamento de Negócios do Cantão de Aargau, enviou uma possibilidade de agenda para contato com alguns municípios locais, potenciais clientes, empresas de tecnologia com soluções complementares, agencias de governo e entidades de pesquisa. Até mesmo a gigante de telefonia Swisscom solicitou agenda com os diretores da Inventsys.

Foi aí que as habilidades de design do fundador fizeram a diferença. Procurando demonstrar organização e preparo, os diretores da empresa conversaram com a prefeitura de Porto Alegre e conseguiram livros artísticos sobre o município e também um livro sobre a PROCEMPA, para entregar a cada participante das reuniões agendadas. No dia da primeira reunião, cada participante recebeu um kit com os livros e uma carta personalizada em seu nome, com materiais sobre a Inventsys, informando das pretensões de longo prazo da empresa que ali se iniciavam. Após a primeira reunião, os fundadores já receberam elogios dos agentes locais, pela organização e preparo, o que certamente deixou uma boa primeira impressão em todos. Dentre os presentes na primeira reunião, ocorrida no dia 3 de março de 2016, estava o Diretor da empresa SWL Energie, hoje empresa investidora da operação Suíça. “O que mais nos chamou a atenção na solução da Inventsys, foi a abordagem amigável e suave para um problema tão duro e lógico como a manutenção preventiva e corretiva de estações de bombeamento, centrais e transformadores elétricos e outros equipamentos. A solução é simples de utilizar, sem deixar de ser poderosa no que mais interessa. Comparamos o software da Inventsys com outras soluções locais e até estrangeiras, e nenhuma agradou tanto. Já na primeira reunião percebemos que seria interessante voltar a conversar com a empresa, e foi o que aconteceu. Já estamos utilizando o software há mais de 1 ano e meio, e acrescentamos novos ativos e procedimentos de forma simples e cadenciada, com ótimo suporte da equipe Inventsys. Isto certamente nos motivou a investir na empresa”, afirmou Gian von Planta, diretor da SWL.

O INVESTIMENTO

Já na primeira viagem, os sócios da Inventsys fecharam um contrato de representação com o proprietário da empresa Solution Broker, de Zurich, que passaria a representar com exclusividade o produto na Suíça. Martin Morawetz, CEO da empresa, afirmou: “É surpreendente a atratividade que a plataforma exerce sobre os prospects. Eu represento mais de 5 soluções tenológicas na Suíça, e o software da Inventsys é disparado o que apresenta maior taxa de retorno em possibilidade de negócio. Nas primeiras 20 abordagens com potenciais clientes, agendei 13 reuniões. É um índice bem alto! Nosso pipeline está bem estruturado e devemos fechar novos negócios num curto espaço de tempo”. 

Foi após o sucesso com o primeiro cliente que Mário Verdi colocou para Martin que a estratégia da empresa deveria sair momentaneamente das vendas, para busca por investidores locais, que garantissem sustentabilidade à operação. Martin já havia construído um bom pipeline de oportunidades, mas como o tempo de fechamento é um pouco longo, esta parecia a melhor ideia para a empresa não correr riscos, aproveitando também o alto grau de interesse que o produto vinha despertando no mercado. Foi então que apresentaram o projeto aos diretores da SWL Energie e, após uma reunião de conselho realizada no último dia 14 de setembro, o investimento na startup gaúcha foi aprovado. “Foi um momento bastante tenso para nós, pois a empresa é de capital misto, e tem em seu conselho, além do CEO e diretores da SWL, diretores de outras concessionárias e membros de governos municipais. Depois de nossa apresentação para o conselho, nos retiramos da sala e ficamos aguardando por mais de 40 minutos o resultado da reunião. Quando vimos o Gian von Planta saindo da sala sorrindo, percebemos que havíamos conseguido. Foi um grande aprendizado. A princípio, não estávamos planejados para participar fisicamente da reunião. Seria uma aprovação do Plano de Negócios dentro da pauta deles. Mas minha intuição me dizia que deveríamos participar. Foi então que marcamos uma viagem na mesma data da reunião e, desta forma, eles não tinham como não aceitar nossa presença na reunião. Novamente nos preparamos levando uma pasta com material sobre o nossos projeto e uma carta personalizada para cada integrante do conselho. Ao final, ficamos sabendo que se não tivéssemos participado da reunião, o investimento provavelmente não teria saído. É incrível como pequenas coisas podem influenciar tanto o resultado de nossas iniciativas”, conclui Mário Verdi, satisfeito com o resultado.

Como primeira ação, a empresa já lançou um site exclusivo para a Europa, em Alemão e Inglês, que pode ser visitado no www.inventsys.ch

 

PRÓXIMOS PASSOS

Após fundação da Inventsys Schweiz AG, os planos da empresa para a Europa estão otimistas mas cautelosos, como a forma de pensar dos suíços. O Diretor de Tecnologia e fundador da empresa, Henrique Haas, vai passar um período de 6 meses na Suíça, para transmitir o conhecimento para a equipe local, além de dar assistência às primeiras implantações nos novos clientes. A cidade de Kilchberg, sede da fábrica de chocolates LINDT, também adotou o Citysys como plataforma de gerenciamento de chamados e ordens de serviço para o município, e já estão em fechamento, propostas para as cidades de Lenzburg e Berna, capital da Suíça. Além disto, outros 3 projetos estão me alinhados, com a emrpesa de trens de Zurich, VBZ, e outras duas empresas de utilities. “Queremos estar presentes no momento da expansão da base de clientes para garantir uma implantação tranquila e já aproveitar para preparar a equipe local para a possível adoção em escala de nossa plataforma no mercado Europeu”, completa Henrique Haas.

A empresa pretende faturar 6 milhões de francos suíços nos próximos 4 anos, apenas com o produto para utilities.



Voltar

Indique para um amigo

Startup gaúcha abre empresa na Suíça com investidores locais
A startup de Porto Alegre, Inventsys, acaba de formalizar a abertura de uma empresa na cidade de Lenzburg, Suíça, com aporte de capital de investidores locais

www.falaparana.com.br